FECHAR (X)

Nova Passarela de Congonhas 2017

01 FEV

Conheça o Histórico da Passarela

Projeto elaborado, em 2014, pelos arquitetos Helena Camargo e Marco Artigas devolverá aos paulistanos a passarela desenhada por João Batista Vilanova Artigas na década de 1970.

A passarela Comandante Rolim Amaro que passa sobre a Avenida Washington Luís e que dá acesso ao Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, será restaurada.

Em 1999, Carlos Alberto Camargo - do Grupo Praias - fundou a Associação Amigos da Passarela de Congonhas com comerciantes da região para a restauração da passarela. O empresário começou o processo de olho nas novas dinâmicas e necessidades das cidades contemporâneas: valorizar o entorno de suas obras, aumentar o espaço de convívio comunitário e o impacto positivo da iniciativa privada em obras públicas. “Nós da Praias Construtora estamos muito felizes em afirmar novamente nosso compromisso em ajudar na revitalização da passarela de Congonhas para a cidade de São Paulo. Estamos dispostos para iniciativas que tenham como objetivo a valorização das cidades que atuamos”, afirma Camargo, que também preside a Associação Amigos da Passarela de Congonhas.

A passarela  recebe  hoje  cerca de 3 mil pessoas por dia e o aeroporto, em média, 585 movimentações/dia, entre pousos e decolagens, e mais de 19 milhões de passageiros por ano (dados fornecidos pela Infraero).

A atual estrutura provisória não possui iluminação, placas de sinalização e está em uma altura  baixa - o que pode facilitar colisões com os caminhões que passam pela Avenida Washington Luís. Tampouco possui acessibilidade - o pedestre, atualmente, tem que subir 46 degraus para conseguir fazer a travessia.  

O projeto arquitetônico da nova passarela está a cargo de Helena Camargo e de Marco Artigas - neto do arquiteto paulistano João Batista Vilanova Artigas - um dos mais importantes arquitetos  do modernismo brasileiro - que desenhou a estrutura original.


Para a realização do projeto, a dupla resgatou fotos históricas da obra e a maneira inovadora como foi construída na época - sem atrapalhar o trânsito local. Tudo com o objetivo de preservar a estética da passarela, considerada por Helena como “singular e delicada”.

"O projeto começõu a ficar cheio de significado", revela Marco "É difícil mexer em uma obra do meu avô, mas foi uma troca geracional. Fomos atrás do acervo de projetos dele e da equipe que construiu a passarela original. Assim conseguimos nos aprofundar e resgatar a memória da paisagem urbana com uma linguagem contemporânea. Acho que ele gostaria disso", resume.


 A novidade inserida é uma cobertura - que visa a funcionalidade e a segurança dos pedestres que circulam pela passarela durante a noite e em dias chuvosos. “Com a cobertura será possível iluminar a passagem, fazendo com que os transeuntes se sintam mais seguros”, explica a arquiteta.  A  nova passarela também contará com acessibilidade universal, por meio de elevadores. “Isso é de suma importância urbana e social”, afirma Helena.

 


 


 

PRAIAS INCORPORADORA E CONSTRUTORA LTDA.

COPYRIGHT © - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS


AVENIDA DAS NAÇÕES UNIDAS, 10.989 – 6º ANDAR - CJ. 61

SÃO PAULO - SP -  CEP 04578.900 - (11) 2108 9998